Biblioteca - Profª Alzira Altenfelder Silva de Mesquita

Resumo

Autor: Marcel Bello
Título(s): [pt] Aplicação da técnica de estabilização rítmica em membros inferiores para a prevenção de lesões musculoesqueléticas em atletas de futsal.
Resumo: [pt] O alongamento passivo aparece no contexto esportivo como um dos principais procedimentos utilizados pela Educação Física com a finalidade da melhora da amplitude de movimento (ADM) e prevenir lesões. A estabilização rítmica (ER), uma técnica da facilitação neuromuscular proprioceptiva, utiliza a contração isométrica alternada de músculos agonistas e antagonistas para estabilizar uma articulação e equilibrar os músculos, pois envolve a participação do fuso neuromuscular, atuando na integridade do músculo. Entretanto, a literatura não registra trabalhos sobre o uso desta técnica como possibilidade de prevenir lesões musculoesqueléticas. O futsal, um dos esportes mais praticados no Brasil, exige grande performance física de seus atletas, o que, por sua vez, pode levar a lesões musculoesqueléticas, principalmente de membros inferiores. Assim, o presente estudo teve como objetivo aplicar a técnica de ER para membros inferiores em atletas de futsal a fim de verificar se esta técnica previne lesões musculoesqueléticas, comparados a técnica de alongamento passivo. Foram estudados 14 atletas divididos em dois grupos, aplicando a técnica de ER 3 vezes por semana, durante um período de quatro meses, após os treinamentos. A ADM de flexão ativa da articulação do quadril foi avaliada a fim de verificar se houve aumento nas medidas. Os resultados demonstraram que a ER teve a mesma eficácia que o alongamento passivo na prevenção de lesões, embora não tendo ocorrido aumento significativo da ADM. Na opinião dos atletas submetidos a técnica de ER, ela seria eficiente para prevenir lesões musculoesqueléticas no futsal.
Abstract: [en] The passive stretching appears on the sportive context as one of the main procedures used by Physical Education in order to improve the wideness of the movement and to prevent damage. The rhythmic stabilization is a technique of proprioceptive neuromuscular facilitation, uses the alternate isometric contraction of the main and secondary muscles to stabilize an articulation and balace the muscle, because it involves the participation of the neuro-muscle fuse, acting in the integridy of the muscle. However, literature has no records of projects using this technique as a possibility to prevent muscle-bone damage. The futsal, is one of the most played games in Brazil, it requires a huge body performance of the athletes, that can occur a muscle-bone damage, specially in the inferior members. Therefore, the aim of this research was to apply the rhythmic stabilization technique on inferior members of futsal athletes, in order to verify if this technique does prevent muscle-bone damage, compared to the passive stretching technique. 14 athletes were studied, divided into 2 groups, applying the rhythmic stabilization technique 3 times a week, during a 4 months period, after their training. The active flexion wideness of the movement of the hips was tested in order to verify if there was any enlargement on the mesures. The results showed that the rhythmic stabilization had the same effectiveness as the passive stretching on preventing muscle-bone damage, although there was no significant enlargement on the wideness of the movement. The athletes submited to the rhythmic stabilization technique believe that this technique is efficient to prevent muscle-bone damage on futsal.
Titulação: Mestrado em Educação Física
Orientador: Romeu Rodrigues de Souza
Assuntos: [pt] Atletas – Lesões
[pt] Lesões Musculoesqueletica
[pt] Futsal
Data da Defesa: XX/XX/2006
Arquivo(s): Abrir documento (PDF)

Pesquisa Específica