Elementos dos tecidos conjuntivos propriamente ditos

Observação de mastócitos e de fibras elásticas

Material: Mesentério
Técnica: azul de toluidina

Obs: O mesentério é a membrana fina que prende as alças intestinais.

Observa√ß√£o com aumento total de 100x: Observe c√©lulas cheias de gr√Ęnulos bem avermelhados que s√£o os mast√≥citos onde o n√ļcleo pode ser percebido e fibras alongadas bem delgadas tamb√©m avermelhadas chamadas fibras el√°sticas.

Os gr√Ęnulos que aparecem nessas c√©lulas apresentam heparina, histamina e serotonina na sua constitui√ß√£o. A histamina √© respons√°vel pelas rea√ß√Ķes al√©rgicas e at√© mesmo o choque anafil√°tico.

 

Observação com aumento total de 400x: Observa-se detalhes dos mastócitos e das fibras elásticas.

 

Observa√ß√£o com aumento total de 1000x: Podemos com a objetiva de imers√£o observar detalhadamente os gr√Ęnulos e o n√ļcleo dos mast√≥citos al√©m das fibras el√°sticas.

 

2. Observação de Macrófagos fixos (histiócitos)

Material: Fígado
Técnica: HE

Obs: Foi injetado lítio- carmin no sangue do rato e posteriormente o animal foi sacrificado.

Observação com aumento total de 400x: Poderemos observar mais detalhadamente os macrófagos junto os capilares sinusóides.

O l√≠tio- carmin avermelhado aparece na forma de gr√Ęnulos no interior dos macr√≥fagos.

 

Observação com aumento total de 1000x: Com a objetiva de imersão podemos observar com mais nitidez tais células conjuntivas. Os macrófagos que apresentam grande capacidade fagocitária contra materiais estranhos.

 

3. Observação de Plasmócitos

Material: Granuloma dental
Técnica: HE

O granuloma dental mostra-se com uma √°rea inflamada de tecido conjuntivo.

Os plasmócitos são células responsáveis pela produção de anticorpos e que aparecem em grande quantidade nas áreas inflamadas.

Observa√ß√£o com aumento total de 400x: Neste aumento j√° podemos ver os plasm√≥citos que apresentam-se com n√ļcleos basais esf√©ricos com cromatina radiada. O √°pice dessas c√©lulas aparece avermelhada como um capuz. Nesse tecido conjuntivo tamb√©m poderemos observar fibras col√°genas r√≥seas, n√ļcleos de fibroblastos bem claros e ovalados e n√ļcleos de fibr√≥citos bem arroxeados e fusiformes (bem alongados). Os espa√ßos em branco s√£o representados pela S.I.A (Subst√Ęncia Intersticial Amorfa) que n√£o √© preservada pela t√©cnica histol√≥gica de rotina.

 

Observa√ß√£o com aumento total de 1000x: Neste aumento poderemos observar bem nitidamente os plasm√≥citos, al√©m dos n√ļcleos de fibroblastos, de fibr√≥citos e fibras col√°genas.

 

4. Observa√ß√£o de fibroblastos, fibr√≥citos, fibras col√°genas e imagem negativa de S.I.A (subst√Ęncia intersticial amorfa)

Material: es√īfago
Técnica: HE

Observa√ß√£o com aumento total de 100x: Na mesma l√Ęmina encontramos dois √≥rg√£os em corte transversal: o es√īfago e a traqu√©ia.

O es√īfago apresenta uma luz menor e irregular, enquanto a traqu√©ia apresenta uma luz maior e mais regular.

Observe o epit√©lio do es√īfago junto a luz do mesmo. √Č do tipo estratificado pavimentoso n√£o queratinizado.

O tecido que aparece logo abaixo do epitélio é o tecido conjuntivo frouxo.

Neste tecido conjuntivo é que encontramos todas essas células e fibras citadas anteriormente.

Os n√ļcleos dos fibroblastos aparecem claros e ovalados, os n√ļcleos dos fibr√≥citos apresentam-se bem escuros e alongados, as fibras col√°genas est√£o irregularmente dispostas e a S.I.A (subst√Ęncia intersticial amorfa) aparecendo sua imagem negativa.

 

Observação com aumento total de 400x: Neste aumento podemos observar as células e fibras citadas anteriormente de forma bem detalhada e nítida.

Nos n√ļcleos de fibroblastos podemos observar o n√ļcleolo e a cromatina.

 

5. Observação de fibras colágenas

Material: Tend√£o
Técnica: HE

Observa√ß√£o com aumento total de 100x: Observa-se no tend√£o as fibras relativamente espessas e paralelas. Disp√Ķem-se paralelamente para resistir √†s rupturas.

Observamos tamb√©m n√ļcleos de fibr√≥citos do tend√£o que s√£o c√©lulas particularmente chamadas tend√≥citos ou tendin√≥citos.

 

Observa√ß√£o com aumento total de 400x: Neste aumento observamos de forma mais detalhada as fibras col√°genas paralelas e os n√ļcleos de fibr√≥citos.

 

6. Observação de membranas elásticas e fibras colágenas

Material: Aorta
T√©cnica: Alde√≠do fucsina + tricr√īmio de Masson

Observa√ß√£o com aumento total de 100x: Neste aumento podemos observar na parede da aorta mais precisamente na t√ļnica m√©dia as membranas el√°sticas em p√ļrpura e refringentes com um brilho pr√≥prio. Entre as membranas el√°sticas podemos observar as fibras col√°genas com azul de anil. Na parte mais externa da aorta podemos observar as fibras col√°genas da aorta.

Os n√ļcleos de fibroblastos aparecem na cor vermelha junto √†s fibras col√°genas.

Por esta t√©cnica (alde√≠do fucsina) as membranas el√°sticas s√£o coradas de p√ļrpura e o tricr√īmio de Masson cora as fibras col√°genas em azul e os n√ļcleos de fibroblastos em vermeho.


Observa√ß√£o com aumento total de 400x: Por este aumento podemos observar mais detalhadamente as fibras col√°genas, os n√ļcleos de fibroblastos e as membranas el√°sticas.

 

7. Observação de fibras reticulares

Material: Fígado ou Baço
Técnica: Impregnação argêntica

Observação com aumento total de 100x: Notar as fibras reticulares delgadas que têm afinidade pela prata e ficam muito coradas em negro. O nome de argirófilas é porque têm afinidade pela prata.

Tais fibras são responsáveis pela sustentação das células da fígado ou do baço funcionando como um arcabouço das células desses órgãos.

Os hepatócitos do fígado que secretam a bile se mantêm na posição ideal pela presença das fibras reticulares e aparecem poucos corados.

Tais fibras também podem se observadas nas paredes de vasos sanguíneos. As células aparecem de forma muito pálida.


Observação com aumento total de 400x: Tais fibras reticulares podem ser observados mais detalhadamente entre as células e nas paredes dos vasos sanguíneos.

 



Obrigado por visitar o Acervo Digital de L√Ęminas de Citologia, Histologia e Embriologia.
Registre a sua presença ou comente sobre o material em exposição.
Seu apelido/nome:
Coment√°rio:

• Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

© 2000/2017 - Universidade São Judas Tadeu.